A convivência e a interação humana são situações complicadas de se controlar. Em um condomínio, por exemplo, garantir a harmonia entre os moradores não é nada fácil — assim, a maneira mais simples de fazê-los coexistir se dá pelas regras do condomínio. 

Geralmente, as regras são definidas em assembleias e registradas nas atas de reunião, assinadas por todos os presentes. Dessa maneira, ninguém poderá reclamar das decisões tomadas, que devem ser aplicadas para todos — inclusive para crianças e idosos. 

É válido lembrar que as pessoas são diferentes umas das outras, apresentando hábitos e costumes próprios. Obviamente, algumas não sabem qual é o limite para a boa convivência, gerando discussões e conflitos.

Interessou-se pelo assunto? Então, continue a leitura deste artigo e saiba como seguir as regras do condomínio e viver harmoniosamente. Vamos lá!

Evite o barulho

Um dos problemas que mais podem atrapalhar a convivência harmoniosa em um condomínio são os barulhos. A melhor forma de evitar situações desagradáveis é não fazer nenhum barulho após o horário de silêncio. 

O bom senso é fundamental para a boa convivência! Nos dias de festa, por exemplo, convide os vizinhos ou, se não for possível, envie uma carta se desculpando pelo incômodo. 

No caso de crianças, permita brincadeiras até às 22 horas (normalmente o horário limite para barulhos). Além disso, coloque tapetes ou carpetes para diminuir o barulho de suas brincadeiras. 

Lembre-se: não é por que você está no horário permitido, que você pode fazer o barulho que quiser, certo?

Tenha atenção aos animais

Os animais de estimação podem incomodar (e muito!) os seus vizinhos. É preciso cuidar para que eles não atrapalhem o descanso dos outros moradores. Caso algum condômino venha reclamar dos seus pets, procure conversar e resolver a situação amigavelmente. 

Uma alternativa interessante para evitar situações desagradáveis é utilizar as entradas de serviço do edifício. Além disso, caso o animal faça sujeira na área comum, limpe-a imediatamente. 

Fique atento aos horários para as áreas de convivência

Certamente, as regras de convivência estabeleceram alguns horários para a utilização do espaço comum do prédio. Seja a piscina, seja a quadra, seja o salão de festas — é importante respeitar os horários. 

Se você quer fazer uma festa de aniversário ou um churrasco para os amigos, agende o local com antecedência. Ao praticar esportes, respeite os horários e a forma de acesso aos locais. Afinal, ninguém quer chegar ou sair do seu apartamento e ver o hall todo molhado por conta de pessoas que saíram correndo da piscina, concorda?

Cuidado com as vagas na garagem

A garagem é um dos locais mais fáceis de apresentar problemas na convivência. Sendo assim, evite o uso de buzinas e, principalmente, respeite a sua vaga. Não há nada mais chato do que chegar em casa, após um dia estressante de trabalho, e ver sua vaga ocupada por outro veículo, não é mesmo?

É válido lembrar que acidentes podem acontecer, mas a omissão não! Errou na manobra e esbarrou (ou arranhou) um carro? Deixe um bilhete pedindo desculpas e se identificando. Certamente, o vizinho compreenderá a situação e vocês poderão solucioná-la da melhor maneira possível. 

Respeitar as regras do condomínio é fundamental para garantir a boa convivência. Todos os moradores e visitantes, sem exceção, devem respeitá-las. Essa é a única maneira de garantir o mesmo direito a todos!

E aí, gostou do nosso artigo? Entendeu o que deve ser feito para seguir as regras do condomínio e viver harmoniosamente? Possui alguma história que vale o relato? Ficou com alguma dúvida? Então, deixe seu comentário e participe do debate!

Autor

Escreva um comentário

Share This