Sair do aluguel e comprar um apartamento é o sonho de muita gente. Afinal, nada melhor do que ter um canto para chamar de seu e oferecer aos seus filhos um lar com mais aconchego, comodidade e segurança.

Porém, é preciso redobrar a atenção durante o processo de aquisição de um imóvel para que não se cometam erros que podem colocar o negócio e o seu investimento a perder. Pensando nisso, listamos os mais comuns para que você saiba como evitá-los. Confira!

1. Comprar um apartamento incompatível com o orçamento

Um dos erros mais frequentes quando se trata de comprar um apartamento é escolher um imóvel que não é compatível com o orçamento que se tem. Como resultado, você compromete a sua renda mensal e fica suscetível a contrair dívidas.

Porém, esses não os únicos efeitos sentidos por essa decisão errônea. Você também pode se ver obrigado a diminuir o padrão de vida da sua família afetando, principalmente, o conforto e o lazer de todos a fim de evitar mais gastos extras.

2. Não pesquisar sobre a localização do imóvel

Pode parecer um detalhe óbvio, mas acredite: não são poucas as pessoas que negligenciam essa questão. Isso porque elas pesquisam apenas sobre as taxas de criminalidade, por exemplo, e esquecem outros pontos fundamentais que influenciam diretamente sua qualidade de vida.

Alguns exemplos são: a infraestrutura do bairro, como áreas de lazer, iluminação e saneamento; o comércio ao redor do apartamento, como farmácias e supermercados; e o transporte público na região. Por conta disso, elas acabam fechando negócio e se arrependendo depois — o que gera insatisfação, estresse e gastos elevados.

3. Não tirar as dúvidas com o corretor

Muitas pessoas recorrem aos serviços de um corretor para que ele tome a frente das negociações, facilitando, assim, a aquisição do seu futuro lar. Contudo, elas cometem o equívoco de não sanar suas dúvidas enquanto têm a oportunidade, deixando passar questionamentos cruciais que vão desde a obtenção da certidão negativa até as cláusulas do contrato que porventura não tenham ficado claras.

Por isso, lembre-se de que ele também é um profissional capacitado para orientar você durante todo esse processo e auxiliá-lo, inclusive, quanto aos contratempos que possam acontecer.

4. Ignorar as demais despesas mensais

Outro erro comum ao comprar um apartamento é ignorar as demais despesas que podem comprometer o seu orçamento mensal. Afinal, além dos custos referentes à aquisição do imóvel, você ainda vai ter outra série de gastos envolvendo, por exemplo, IPTU, taxa condominial, transporte, alimentação e saúde da sua família.

Fora isso, ainda há a possibilidade de eventuais reformas e reparos para que o local adeque-se à decoração planejada, podendo acarretar um investimento muito acima do que você está apto a fazer no momento.

5. Não dar a devida atenção ao contrato

Além dos erros já citados, há quem não dê a devida importância a um documento fundamental para toda a transação: o contrato. É nele que estão expostas todas as cláusulas referentes às características e ao valor da propriedade, além dos termos da negociação aceita por você.

Nesse sentido, assiná-lo sem ler com cuidado, ou sem a orientação de um advogado ou corretor, pode lhe trazer uma verdadeira dor de cabeça por conta de questões contratuais abusivas e duvidosas.

Agora que você já sabe quais os principais erros ao comprar um apartamento, previna-se para evitá-los e garantir que o seu investimento torne-se um excelente patrimônio para a sua família! Por isso, aproveite e descubra 4 dicas para planejar as finanças para a compra do seu imóvel!

Autor

Escreva um comentário

Share This