Você deseja realizar o sonho de adquirir um imóvel, mas está preocupado com a instabilidade da economia? Fique tranquilo: se planejar a compra da casa própria com cuidado, será capaz de alcançar os seus objetivos sem maiores problemas.

Estamos aqui para ajudar você a chegar lá! Por isso, preparamos este artigo com quatro dicas especiais para o seu planejamento financeiro. Confira:

1. Organize as finanças

Antes que você comece a planejar a compra da casa própria, procure conhecer melhor a sua realidade financeira. Você sabe como é gasto o seu dinheiro? Tem noção de quanto pode economizar por mês? É importante ter certeza dessas respostas, para seguir em frente.

Vamos propor um exercício simples e eficaz, que requer uma boa dose de disciplina: durante um mês, tome nota de todas as suas receitas e despesas. Não deixe escapar nada, desde um cafezinho até valores mais elevados. Quanto mais precisos forem os números, melhor será a avaliação.

Você provavelmente perceberá que alguns hábitos considerados inofensivos causam certo estrago no orçamento. Esse exercício lhe proporcionará a oportunidade de entender a sua relação com o dinheiro, servindo como ponto de partida para o seu planejamento.

2. Estabeleça metas de poupança

Para comprar um imóvel sem desequilibrar as finanças, o ideal é começar a poupar o quanto antes. Agora que você tem uma visão real da sua vida financeira, é possível estabelecer metas verdadeiramente viáveis.

Aproveite o levantamento realizado na etapa anterior para cortar gastos desnecessários e readequar a rotina do lar, incrementando a economia. Ao exercitar a criatividade, você perceberá que é possível manter a qualidade de vida gastando menos, para investir em seus sonhos.

Com o orçamento mais enxuto, defina um valor a ser poupado a cada mês. É muito importante separar essa quantia assim que receber o pagamento. Tome cuidado para não apertar demais o cinto: é melhor manter uma margem de segurança e conseguir efetivamente poupar o que foi combinado.

Invista o que for poupado

Economizar é importante, mas saber investir o seu dinheiro é fundamental no planejamento para a compra da casa própria. Tenha em mente que o imóvel pode se valorizar enquanto você está juntando dinheiro. Portanto, é preciso preservar o seu poder de compra.

É interessante encontrar uma aplicação indexada à inflação, para eliminar o risco de possíveis perdas. Leve em conta os prazos dos investimentos, que devem ser compatíveis com o tempo estimado para a compra do imóvel.

3. Certifique-se de que o imóvel cabe no seu bolso

É aqui que reside o principal erro das pessoas que não se planejam adequadamente para a compra da casa própria e onde muitos sonhos se transformam em pesadelos.

Muitas pessoas, no desejo de adquirir um imóvel melhor, traçam metas de poupança exageradamente otimistas ou lançam mão de artifícios para comprovar rendimentos maiores.

Ao escolher o seu imóvel, tenha certeza de que ele se encaixa no padrão de vida da sua família.

4. Escolha a melhor forma de pagamento

Defina, em seu planejamento, a forma de pagamento escolhida. Para quem não pretende comprar o imóvel à vista, as principais opções são o financiamento e o consórcio.

Financiamento

Economicamente falando, o financiamento não é a opção mais recomendável, mas apresenta uma vantagem fundamental em relação ao consórcio: após a liberação do crédito, você pode se mudar imediatamente e concretizar com mais rapidez o sonho da casa própria.

Por ser um compromisso de longo prazo, o financiamento requer alguns cuidados. É importante pagar o maior valor de entrada possível, reduzindo assim o valor financiado. Você pode direcionar as suas economias para esse fim e ainda utilizar os recursos do FGTS.

Consórcio

O consórcio apresenta custo total muito mais baixo que o financiamento e é a opção ideal para quem não tem tanta pressa para adquirir o imóvel. Você pode conseguir o imóvel sendo contemplado em um dos sorteios mensais ou utilizar as suas economias para dar um lance.

Viu como é perfeitamente possível adquirir um imóvel sem comprometer o orçamento? Então, não perca mais tempo: coloque as nossas dicas em prática e comece agora mesmo a planejar a compra da casa própria.

Conseguimos ajudá-lo? Estamos no Facebook, Instagram e LinkedIn. Siga-nos e confira em primeira mão as nossas atualizações.

Autor

Escreva um comentário

Share This