Category

Decoração

Category

Espaço para brincar: 4 ideias para o cantinho da diversão dos filhos

Todos nós sabemos que as crianças precisam de liberdade para desenvolver as suas potencialidades e até mesmo para melhorar o seu entendimento com o ambiente com o qual elas se relacionam. No entanto, morando em grandes centros urbanos, ter um espaço para brincar tem se tornando algo cada vez mais raro.

A boa notícia é que, utilizando um pouco de criatividade e fazendo pequenas mudanças, você pode virar o jogo. Quer descobrir como fazer isso? Então confira o conteúdo que preparamos a seguir e conheça algumas ótimas ideias para o cantinho da diversão dos seus filhos.

1. Inove na decoração

Com pequenas mudanças na decoração, você pode tornar um cômodo muito mais receptivo para os seus filhos e, mesmo sem grandes reformas, criar um espaço para brincar. Cores alegres e vibrantes são poderosas aliadas durante esse processo e podem reforçar a iluminação, sendo um estímulo à criatividade e ao entusiasmo infantil.

Procure saber o que os pequenos preferem no quarto e quais são os desejos deles, fazendo o que for possível para que gostem de estar no local. Incluir aparelhos de televisão também pode ser vantajoso, desde que você esteja atento ao que eles assistem e monitore o tempo de uso.

2. Pense na segurança

Não dá para imaginar um espaço para brincar sem pensar na segurança. Sabemos que as crianças ainda não têm uma completa noção dos perigos que as envolvem e, por isso, você precisa estar um passo adiante, especialmente se morar em um andar alto ou em cômodos mais suscetíveis a acidentes, como a cozinha ou varanda.

O ambiente de diversão deve ser descontraído, desafiador, mas também planejado. A escolha da mobília deve ser feita de forma que ela não represente um risco para os seus filhos, preferencialmente com cantos arredondados e acabamentos atóxicos, com elementos de fixação seguros e resistentes.

3. Aposte em uma lousa

Colocar uma lousa na parede pode ser uma solução muito simples, barata e eficiente para que você tenha um bom espaço de brincar para os seus filhos, afinal, uma das atividades preferidas da criançada é desenhar. Além disso, você reduz consideravelmente as chances de ter as paredes da sua casa rabiscadas.

Essa é uma opção que ajuda a fomentar a imaginação e a criatividade. Você pode comprar o item em estabelecimentos especializados ou pintar uma lousa de maneira bem visível, com um material especial que você encontra em lojas de construção, que permite colorir e apagar quando quiser. 

4. Explore a sua criatividade

Por fim, ao montar um espaço para brincar, você pode também explorar a sua própria criatividade. Em muitos casos, não é preciso comprar acessórios super caros para organizar esse ambiente. Com um pouco de habilidade e estratégia, você pode fazer uma área de diversão com muita facilidade.

Que tal montar um pequeno cantinho de leitura com os livros favoritos dos pequenos, com um tatame ou outro material no chão para que deitem? Espalhar almofadões também é uma ótima ideia, bem como algumas caixas e cestas que servirão para que guardem os seus brinquedos de forma ordenada.

Viu como fazer um espaço para brincar pode ser bem simples? Com os materiais corretos, criatividade e o cuidado com a segurança, é possível criar um local divertido que, além de tudo, pode ajudar no desenvolvimento dos pequenos!

Gostou do conteúdo? Então, você vai gostar também do nosso artigo sobre como deixar o quarto dos seus filhos mais funcional

4 dicas de decoração para deixar seu lavabo mais confortável

Fazer pequenas mudanças e apostar em algumas adaptações é uma atitude fundamental para deixarmos a nossa casa mais bonita e confortável para as pessoas que amamos. Dentro desse contexto, conhecer algumas dicas de decoração para lavabo pode ser muito interessante.

Esse é um ambiente bastante utilizado, tanto pelos moradores quanto pelas visitas. E o melhor dessa história é que, com algumas ações bastante simples, ele pode ficar muito mais bonito. Quer descobrir como fazer isso? Então, confira a seguir o conteúdo que preparamos!

1. Aposte em móveis pequenos

Os lavabos, geralmente, não possuem uma metragem muito ampla. Por isso mesmo, se você deseja deixá-lo mais bonito e confortável, apostar em uma mobília mais enxuta pode ser uma excelente ideia. Além disso, os móveis pequenos podem conferir um charme ainda mais especial a esse cômodo.

Considere a proporção de armários e objetos em relação ao espaço disponível. O ideal é que a área de circulação fique entre 70 e 80 cm ou, se possível, até um pouco mais. Se for o caso, aposte em bancadas especiais e truques para ampliar, com a torneira fixada na parede e não no tampo, por exemplo.

2. Capriche na decoração

Uma boa decoração, definitivamente, pode deixar o seu lavabo mais confortável e bonito. Por isso, é muito importante escolher materiais e um conceito que agrade ao seu gosto e esteja em consonância com o resto da casa. Trazer uma tonalidade do cômodo adjacente ajuda a compor o conjunto com mais harmonia.

Além disso, apostar em alguns itens de alto padrão sempre contribui para passar uma mensagem de elegância e contemporaneidade. As madeiras nobres estão em alta, assim como os clássicos porcelanato e cerâmica. Complete com uma boa escolha de elementos e detalhes interessantes.

3. Utilize bem os espelhos

Qualquer pessoa sabe que os espelhos são uma arma poderosa para ampliar ambientes com pouca metragem. Não é difícil perceber que eles podem ter um papel crucial na decoração para lavabo e na criação de um espaço confortável e elegante. Então, utilize essa arma a seu favor.

Vale apostar em uma composição de vários espelhos em cima da bancada ou mesmo inteiros ao longo da parede. Eles contribuem também para a iluminação e podem estar estrategicamente posicionados para refletir a luz natural. Cuidado apenas com alguns ângulos, evitando, por exemplo, que reflitam o vaso sanitário.

4. Acerte na escolha das cores

Por fim, acertar na escolha das cores é o passo decisivo para deixar seu lavabo mais confortável. Apostar em tonalidades neutras é uma escolha mais fácil e que minimiza consideravelmente as chances de erro. No entanto, se quiser um tom mais chamativo, deixe-o coordenado com outras áreas do apartamento.

Tome cuidado apenas para que o local não fique muito carregado e seja um ambiente que combine com a personalidade dos moradores. Você também pode ousar nos revestimentos apostando em vidro ou em algumas nuances originais distribuídas em certos lugares, como um teto em preto fosco.

Seguindo as nossas dicas de decoração para lavabo, você conseguirá deixar esse cômodo aconchegante, funcional e estiloso, mesmo sem ter que gastar muito dinheiro para isso.

Gostou deste conteúdo? Então, que tal seguir nossas páginas no Facebook, no Instagram e no LinkedIn? Nos vemos por lá!

3 dicas para você delimitar a cozinha americana com muito estilo

O aumento do interesse pela arquitetura e pelo design de interiores vem sendo marcante nos últimos anos e, com isso, vemos um crescimento exponencial de publicações e programas que tratam sobre o tema. Sendo assim, conhecer dicas para você delimitar a cozinha americana com muito estilo pode ser uma ideia excelente!

Esse tipo de projeto é um sucesso entre o público atual e proporciona, entre outras coisas, muito mais praticidade e dinâmica no dia a dia, por meio da adoção de um conceito amplo e aberto. Ficou interessado? Então, confira o conteúdo a seguir e veja algumas dicas para delimitar a sua cozinha americana com muito estilo!

Entenda a importância da cozinha americana

Como você já deve saber, a cozinha americana é aquela que é integrada com a sala. Esse conceito é muito explorado em alguns países, como os Estados Unidos, por permitir que os ambientes ganhem fluidez e também por proporcionar uma visão ampla da casa  que é excelente para quem quer interagir com a família ou tem filhos pequenos.

No entanto, com o aumento das populações dos grandes centros urbanos e a consequente diminuição dos espaços disponíveis nos imóveis, a cozinha americana passa a ser uma escolha certeira em termos de decoração, pois ao mesmo tempo que proporciona uma rotina mais dinâmica, amplia a área útil da propriedade.

Veja 3 dicas para você delimitar a cozinha americana

Agora que você já entendeu um pouco mais sobre a importância da cozinha americana, chegou a hora de você descobrir como você pode delimitá-la e, ao mesmo tempo, trazer mais elegância e qualidade de vida para o seu dia a dia. Confira as dicas abaixo!

1. Invista em portas de correr que sejam de vidro

O uso de portas de correr que sejam de vidro é uma das melhores escolhas para você delimitar a cozinha americana com muito estilo e, quando pensamos em divisão de ambientes sem perder a visão e a fluidez, essa é uma das soluções mais utilizadas por arquitetos — sobretudo porque permite a visibilidade e o acesso fácil entre os cômodos.

Em linhas gerais, portas de correr que sejam de vidro podem substituir muito bem as paredes de alvenaria ou de drywall, por exemplo, evitando que os espaços menores se tornem claustrofóbicos. Além do mais, a estrutura pode ser feita com ferro, alumínio e madeira — a depender do seu gosto!

2. Aposte em uma mesa de jantar

Talvez você ainda não tenha pensado nesse item para realizar essa função, mas o fato é que uma mesa de jantar adequada pode ser uma ótima escolha para você delimitar a cozinha americana com muito estilo. Uma das suas maiores vantagens é que os ambientes estarão estão completamente integrados.

A mesa de jantar faz uma divisão quase invisível, unificando os cômodos como uma divisória e um artigo elegante de diferenciação do espaço, valorizando a amplitude. 

3. Instale uma bancada central 

Se você assiste a programas de decoração e de reformas na televisão, certamente já percebeu que as bancadas são muito utilizadas em cozinhas americanas. Isso acontece porque elas são extremamente práticas e úteis tanto para o preparo de alimentos quanto para realizar refeições rápidas — como café da manhã e lanches.

No entanto, elas são uma escolha mais indicada quando há um espaço maior disponível, porque acabam ocupando uma área considerável. No entanto, as bancadas centrais criam uma divisão sutil e elegante, conferindo mais estilo para a casa.

Como você pôde ver, existem algumas opções bastante interessantes para quem deseja delimitar a cozinha americana e deixar o ambiente com muito estilo. Escolha qual é a sua maneira preferida e mãos à obra!

E aí? Gostou deste conteúdo? Então, continue a visita e confira também nosso outro post sobre a cozinha americana como tendência de decoração!

Varanda gourmet: 3 dicas para decorar seu apartamento

Em tempos estressantes como os dias de hoje, muitos projetos e plantas de imóveis vêm contemplando espaços voltados para o entretenimento e a convivência social. Um dos mais desejados é a varanda gourmet. Porém, para integrá-la ao seu imóvel com perfeição, conhecer algumas dicas para decorar seu apartamento torna-se fundamental.

Seguindo algumas atitudes simples e fazendo as escolhas adequadas, você poderá transformar esse ambiente em um dos pontos fortes da sua propriedade, possibilitando momentos únicos e memórias inesquecíveis. Confira este post e descubra como fazer isso da melhor maneira!

Uma solução possível

Apesar do pouco espaço disponível na maioria dos imóveis dos condomínios modernos, com algum planejamento e uma boa dose de inteligência nas escolhas, é perfeitamente possível decorar a varanda gourmet para que fique aconchegante e comporte bem a sua família e para que você possa receber seus amigos.

Atualmente, é possível escolher móveis planejados, adquirir utensílios de extrema praticidade e utilizar soluções dinâmicas, que tornam cada cantinho disponível totalmente funcional. De quebra, eles ainda convivem em perfeita consonância com a decoração e o estilo que você pretende implantar em seu apartamento.

Algumas dicas para decorar sua varanda gourmet

1. Harmonize com a decoração

Uma dica muito importante para a sua varanda gourmet é que esse ambiente esteja em harmonia com a decoração do resto do seu apartamento. Afinal, esse cômodo pode ser externo, mas é parte integrante do seu imóvel e deve ser comunicar com ele e com seus elementos em todos os aspectos.

Procure, por exemplo, equilibrar as cores dessa área com os cômodos do restante da propriedade. Se a predominância for de tonalidades vibrantes, procure investir em nuances mais neutras ou vice-versa. Casos suas paredes sejam mais suaves, você pode contrapor com acessórios coloridos.

2. Acerte na escolha da mobília

A escolha da mobília (e dos acessórios) tem um papel fundamental na decoração do apartamento com uma varanda gourmet. Uma ideia excelente é apostar nos móveis planejados e apostar em materiais nobres, como uma bancada de mármore, que facilita na hora da higienização e do manuseio dos alimentos.

Outro item essencial são as prateleiras, que se fazem necessárias para colocar potes organizadores e demais utensílios. Opte preferencialmente por peças sem tecidos e sem luxo excessivo, pois elas podem acumular gordura. Existem modelos rústicos que podem funcionar perfeitamente nesse tipo de local.

3. Aproveite a luz natural

Mesmo que a sua varanda gourmet seja coberta, você pode apostar em soluções para aproveitar a luz natural e deixar o ambiente com excelentes índices de luminosidade. Para isso, você deve deixar o máximo de espaço livre e investir em claraboias e janelas que permitam a passagem dos raios solares.

Também é preciso caprichar na escolha da mobília e dos utensílios sob esse prisma, pois eles não podem bloquear a passagem da iluminação e devem ser adequados para os ambientes externos, uma vez que essa também é uma saída para garantir uma maior longevidade desses produtos.

Então, pronto para uma decoração de apartamento com varanda gourmet? Aproveite que está por aqui e confira também estas 5 dicas de decoração para deixar seu apartamento incrível!

4 dicas para cuidar e conviver com cachorro em apartamento

Ter um animal de estimação é um desejo comum para muitas pessoas, além de ser uma das maneiras de diminuir os níveis de estresse diante do estilo de vida tão corrido dos grandes centros urbanos. Por essa razão, conhecer algumas dicas para cuidar e conviver com cachorro em apartamento pode ser de grande valia.

O fato é que nem sempre é uma tarefa simples criar os nossos pets em ambientes com pouca metragem, e erros nesse quesito podem afetar o seu comportamento, fazendo, até mesmo, com que os bichinhos fiquem tristes ou ansiosos. Confira as dicas a seguir e descubra como evitar esse tipo de problema.

1. Siga as regras do condomínio

A primeira regra para conviver com cachorro em apartamento é seguir as regras do condomínio, afinal, quando se vive em um ambiente com áreas comuns e outras pessoas, seguir essas determinações pode fazer toda a diferença entre não ter problemas com os vizinhos ou acabar com uma bela dor de cabeça no seu dia a dia.

Procure ler o estatuto e compreender quais são as disposições a respeito de animais de estimação. Verifique quais são os espaços onde eles são permitidos, quais são as normas sobre o uso de coleiras ou focinheiras e tente fazer tudo de acordo com o que foi previamente estabelecido em assembleia pela maioria.

2. Utilize redes de proteção

Outra excelente escolha para quem deseja conviver com cachorro em apartamento é apostar na instalação de redes de proteção. Essa é uma alternativa muito comum nos edifícios de hoje e confere alguma segurança tanto para quem tem animais de estimação quanto para quem possui crianças pequenas na família.

Alguns imóveis de luxo já podem contar com essa opção. No entanto, se esse não for o seu caso, as instalações podem ser feitas nas janelas para evitar acidentes. Mas também fique atento caso a sua residência conte com sacadas ou varandas, pois elas podem representar um perigo extra para os cães.

3. Tenha cuidado com as plantas

Decorar o apartamento com plantas é um hábito muito comum para boa parte dos brasileiros e, quando isso é feito com boas escolhas, os resultados podem ser muito interessantes para a decoração e para o próprio ambiente do imóvel. No entanto, quando você tem um cachorro no apartamento, vale ter um cuidado extra nesse assunto.

Isso porque diversos exemplares da nossa flora podem ser venenosos para os animais de estimação. Evite, por exemplo, lírios da paz, espadas de São Jorge e copos de leite, entre outros. Caso tenha dúvidas, converse com o seu veterinário de confiança ou pergunte sobre o tema em casas de jardinagem.

4. Separe um lugar para as necessidades

Por fim, para ter um cachorro em apartamento, você precisa separar um lugar específico para que ele possa fazer as suas necessidades fisiológicas. Afinal, você não vai querer se deparar com xixi e cocô do pet em cima do seu tapete favorito ou da mobília caríssima que você comprou, não é mesmo?

Esse local pode ser na varanda, na área de serviço ou até mesmo no banheiro social. Tapetes higiênicos podem ser grandes aliados, pois absorvem a urina e ajudam muito no controle dos odores.

E agora, pronto para conviver com cachorro em apartamento? Gostou do conteúdo? Então, compartilhe-o em suas redes sociais e colabore para a vida harmoniosa de seus amigos com seus pets!

Como tornar o quarto das crianças mais funcional e confortável? Confira!

Você sabia que a infância é uma época em que as crianças não podem ter barreiras para a imaginação? Isso não é por menos, pois existem estudos que comprovam que os pequenos que têm sua criatividade estimulada possuem mais capacidade em solucionar problemas quando adultos.

E o melhor local para elas desenvolverem sua mente inventiva é o seu cantinho. Por isso, é importante que os pais criem um quarto funcional para seus filhos, pois, além de proporcionar segurança às crianças, fica mais fácil mantê-lo organizado.

Continue a leitura deste artigo e descubra algumas boas dicas para deixar o espaço dos pequeninos mais funcional e confortável. Vamos lá?

Transforme o quarto em um ambiente agradável

O primeiro passo é transformar o quarto infantil em um ambiente agradável, em que a criança se sinta bem. Para isso, é necessário que ele tenha bastante espaço, seja arejado, funcional e confortável.

Outro ponto importante é deixá-lo sempre organizado. Mesmo que pareça ser impossível manter o quarto de seu filho arrumado por muito tempo, é possível estimular o hábito de organização nos pequenos.

Para incentivar ainda mais a criatividade, é importante fazer com que a decoração do ambiente instigue a imaginação. Por esse motivo, o quarto precisa ter um tema encantador e que agrade a criança, deixando o cômodo com a cara dela e a estimulando a cuidar melhor desse espaço.

Opte por poucos móveis que sejam funcionais

Para uma criança ter um bom desenvolvimento, é essencial que ela tenha espaço — seja para poder fazer suas tarefas escolares, seja para brincar. Em vista disso, é importante que o quarto infantil não tenha muitos móveis, mantendo apenas os básicos que proporcionam funcionalidade ao ambiente.

Para otimizar ainda mais o espaço, uma boa dica é adquirir móveis multifuncionais. Eles são perfeitos na organização do quarto, pois têm vários lugares que permitem guardar objetos.

Existem camas suspensas, tipo um beliche, que, na parte de baixo, é possível encontrar uma escrivaninha para a criança estudar e armários para guardar a roupa ou os brinquedos.

Facilite o acesso aos itens mais utilizados

Para que o quarto se mantenha sempre organizado, é importante deixar os brinquedos mais utilizados em um local de fácil acesso. Apesar de ser fácil manter o quarto organizado ao guardar tudo em caixas, a criança pode se estressar ao não achar o que procura e fazer grande bagunça.

Dessa forma, o ideal é que o quarto conte com prateleiras ou com armários que permitam expor esses brinquedos. Assim, sempre que desejar, a criança poderá pegar facilmente esses itens.

Mantenha tudo em seu lugar

Um dos maiores problemas de um quarto infantil é a necessidade de estar sempre organizando o espaço. Às vezes os pais se assustam com a quantidade de brinquedos espalhados em tão pouco tempo.

Para resolver esse problema, além de ensinar a criança a importância de manter os objetos em seu devido lugar, é preciso investir em espaço para guardá-los.

Uma boa dica são caixas organizadoras transparentes, as quais permitem às crianças enxergarem onde estão os seus brinquedos favoritos. Apesar de simples, isso evita que o seu filho tire tudo do lugar para encontrar o que procura.

É fundamental que os pais tenham em mente que um quarto funcional é essencial para o desenvolvimento de seus filhos. Logo, esse espaço deverá ser construído visando o uso e o bem-estar do pequenino.

E aí? Gostou do post? Aproveite a visita e saiba quais são os 4 melhores cinemas de Porto Alegre para passar ótimos momentos em família. Até a próxima!

Quais são as diferenças entre o porcelanato e a cerâmica? Entenda!

Uma das principais dúvidas que as pessoas têm na hora de reformar ou construir é na escolha do tipo de revestimento para o piso. É preciso estar atento às diferenças entre o porcelanato e a cerâmica. 

Os dois são muito semelhantes, mas existem características distintas que são responsáveis por sua adequação às especificidades de cada tipo de cômodo, proporcionando valores diferentes para os imóveis

Você sabe quais as diferenças entre o porcelanato e a cerâmica? Não? Então, leia este artigo e entenda as principais divergências. Vamos lá!

A matéria prima é diferente?

A primeira das diferenças entre porcelanato e cerâmica a ser destacada é a matéria prima. O piso cerâmico é formado por uma mescla entre argila e alguns minerais (70% argila). Já o porcelanato é uma mistura de porcelana e outros materiais mais nobres (70% materiais rochosos).

Assim, podemos dizer que o porcelanato é um material mais impermeável, sendo recomendado para áreas molhadas. Entretanto, ambos dependem do uso de boas argamassas, rejuntes e impermeabilizantes para um bom assentamento. 

Há diferenças estéticas?

É sabido que há uma grande variedade de cores e tamanhos, seja de porcelanatos, seja de cerâmicas. A principal diferença estética se dá em relação à sofisticação, na qual o porcelanato se destaca. 

Esse tipo de revestimento é mais homogêneo e seu brilho é impressionante (quando a versão polida é escolhida). Porém, as novas tendências do mundo da decoração estão caminhando para o uso de acabamentos mais foscos, fazendo as cerâmicas voltarem ao páreo. 

E a resistência?

A resistência é uma das principais diferenças entre porcelanato e cerâmica. O principal fator de influência é a temperatura de queima da produção. O piso cerâmico atinge temperaturas em torno de 850°C, enquanto o porcelanato chega próximo de 1.300°C. É válido ressaltar que quanto maior a temperatura de combustão, maior será a resistência do material. 

Sendo assim, podemos afirmar que o porcelanato é mais resistente. Entretanto, existem inúmeros porcelanatos de baixa qualidade (assim como cerâmicas). Obviamente, a durabilidade e a resistência das peças também dependem da marca do material. 

Há variabilidade no uso?

A variabilidade no uso também é um dos aspectos que deve ser analisado. O porcelanato permite uma versatilidade muito grande, simplesmente pelo fato de haver acabamentos frios que são semelhantes à madeira e outros materiais. A cerâmica, por sua vez, não detém essa característica. 

E o preço? É muito diferente?

Independentemente da usabilidade, das especificidades e das vantagens do porcelanato e da cerâmica, o preço é fundamental. Ele será, muitas vezes, o principal responsável pela escolha.

Entre esses dois tipos de revestimento, o porcelanato costuma ser mais caro que a cerâmica, apesar de existirem opções com preços acessíveis. A variação de preço é grande, sendo possível encontrar porcelanatos a R$ 30 ou acima de R$ 200 por metro quadrado. A cerâmica dispõe de menor custo de aquisição, sendo importante levar em conta a mão de obra de assentamento. 

Como destacamos, o preço pode ser um fator decisivo na escolha. Contudo, é preciso avaliar outros quesitos, como o custo-benefício, a durabilidade, a estética do ambiente e a garantia dos produtos. Fique atento às principais diferenças entre o porcelanato e a cerâmica e faça a melhor escolha!

E aí, gostou do nosso artigo? Que tal ter acesso a outros conteúdos como este? Para isto, basta nos seguir no Facebook, no Instagram e no LinkedIn. Assim, você terá acesso a todas as nossas atualizações. Estamos esperando por você!

5 dicas para aplicar o Feng Shui na decoração do apartamento

Atrair e manter as boas energias no lar é fundamental para ter uma vida mais produtiva e feliz. Nesse sentido, aplicar o Feng Shui na decoração do seu apartamento pode contribuir para trazer paz ao ambiente e melhorar a energia de todos os moradores. 

O Feng Shui é uma técnica chinesa que harmoniza os espaços para que a energia flua com mais naturalidade. O termo lembra as palavras vento e água em chinês que, de acordo com a cultura do país, equivalem à saúde, paz e prosperidade.

Quer saber como implementar a técnica na sua casa? Então, confira as dicas que separamos para você! Vamos lá?

1. Coloque luz no ambiente 

Quem não gosta de luz? Afinal, um local bem iluminado é capaz de melhorar até o humor das pessoas. Se o ambiente está escuro, a energia tem dificuldade para circular e fica mais densa.

Para evitar que isso aconteça, abra as cortinas para deixar a luz natural entrar e troque as lâmpadas assim que elas queimarem. 

2. Invista em plantas  

As plantas e as flores dão vida a qualquer espaço — além de deixarem os cômodos mais aconchegantes e bonitos, elas atraem boas vibrações para o ambiente. Outra vantagem é que a rotina de cuidados com as plantas é uma espécie de terapia que faz muito bem para a mente.

Ter contato com a natureza, seja por meio de plantas, animais ou pedras, pode ser muito benéfico para o nosso bem-estar. 

3. Escolha as cores certas

As cores têm o poder de promover sensações e emoções nas pessoas. Por essa razão, elas não podem ser escolhidas de forma aleatória na decoração.

Se a ideia é que a sala de estar seja um local de interatividade, por exemplo, os tons de vermelho e de laranja são bem-vindos. Ao contrário, tons de azul e de verde são indicados quando o objetivo é promover o relaxamento e o descanso do ambiente. Tons de amarelo, por sua vez, neutralizam as energias ruins.  

4. Seja organizado 

Uma casa bagunçada não atrai sentimentos positivos, não é mesmo? Por isso, é importante manter a organização em todos os cômodos. Papéis, joias, chaves, brinquedos, tudo precisa ter um local específico para ficar. 

Os objetos desarrumados deixam a energia estagnada e bloqueiam as emoções. A situação fica ainda mais complicada se eles estiverem quebrados ou não forem utilizados. Não acumule! Se não é mais útil para você, doe, troque, venda ou, se estiver quebrado, jogue fora.

5. Use cristais e espelhos 

Os cristais, além de serem ótimos objetos de decoração, afastam os sentimentos negativos e purificam a energia da casa. Cada tipo de cristal possui propriedades específicas — vale a pena pesquisar sobre o assunto antes de escolher.

Já os espelhos, por sua vez, aumentam e iluminam os ambientes, além de ajudarem a equilibrar os campos energéticos. Se forem posicionados no hall de entrada do apartamento, por exemplo, eles vão impedir que energias negativas consigam entrar. 

Gostou de saber como implementar o Feng Shui na decoração do seu apartamento? São atitudes simples, mas que podem melhorar o astral do seu lar. Afinal, depois de um longo dia de trabalho, nada melhor do que chegar em um lar repleto de boas vibrações.

Quer receber mais dicas e informações interessantes de decoração e o mercado imobiliário? Então, não deixe de curtir a nossa página no Facebook! Nos vemos por lá!

6 dicas de como planejar a iluminação do apartamento

Planejar a iluminação para o apartamento é uma das etapas mais importantes da construção ou da reforma de um ambiente. A iluminação é diretamente responsável por dar vida ao projeto arquitetônico e atribuir alguns aspectos ao cômodo em questão. 

Com a luminosidade correta é possível realçar detalhes importantes da decoração, transmitindo as sensações desejadas em cada ambiente. No caso de um quarto, por exemplo, é possível trazer aconchego e acolhimento com o bom uso das luzes. 

Um projeto de iluminação de qualidade não deve responder apenas pela questão estética, mas pela função de cada cômodo, levando em consideração as características dos moradores. Ficou interessado no assunto? Então, confira este post e veja 6 dicas de como planejar a iluminação do apartamento.

Não deixe para depois, hein?

1. Aproveite a luz natural

Uma das melhores alternativas para planejar a iluminação é apostar na luz natural. Para isso, evite a utilização de materiais pesados ou cores e padrões escuros. Elementos como a camurça ou o veludo são capazes de tornar o ambiente mais carregado e impedir a entrada da luz natural. 

Para aproveitá-la, pendure espelhos nas paredes opostas às janelas, decore as janelas com cortinas em tecidos naturais ou tons claros e use acessórios decorativos com superfícies espelhadas (visando refletir a luz e as cores claras do ambiente).

2. Use lâmpadas de LED para o banheiro

As lâmpadas de LED estão sendo cada vez mais utilizadas. Elas são mais econômicas, duráveis e capazes de garantir a elegância em vários ambientes. No caso dos banheiros, é possível instalá-las atrás dos espelhos, criando um visual luxuoso e moderno.

3. Invista na iluminação embutida

Você também pode optar pelo uso de iluminação embutida em alguns espaços. Essa prática é muito utilizada para aumentar a sensação de amplitude nos cômodos. 

Atualmente, a maioria dos imóveis construídos são pequenos. Então, investir no rebaixamento do gesso e no uso de iluminação embutida pode ser um grande diferencial. Assim como nos banheiros, procure utilizar lâmpadas de LED nesses locais. 

4. Deixe a cozinha bem iluminada

A cozinha é um dos cômodos mais utilizados em um apartamento. Assim, a sua iluminação deve ser cuidadosamente pensada. Uma possibilidade interessante é o uso de lâmpadas de tonalidades mais claras.

Coloque várias lâmpadas e garanta que a claridade atinja todos os pontos da cozinha. Apostar nas lâmpadas de LED também pode ser uma escolha interessante. 

5. Use luzes amarelas na sala de estar

Nem todos os cômodos devem ser iluminados com lâmpadas de LED ou luzes brancas. Ambientes como a sala de estar pedem uma iluminação mais aconchegante, destacando apenas alguns pontos específicos, como mesas de centro.

Um dimmer pode ser utilizado para controlar a intensidade da luz. Os abajures e as luminárias de piso podem ser empregadas para uma iluminação indireta. A grande dica é: nunca coloque pontos de luz em cima do sofá ou de poltronas. Elas podem incomodar as pessoas que utilizarão esses móveis.

6. Garanta o aconchego dos quartos

Certamente, o quarto é um dos ambientes que mais habitamos. Assim, cuidar da iluminação é extremamente importante. Para isso, invista em uma iluminação indireta, com tons suaves. Desse modo, será possível que o espaço se torne aconchegante, tanto no quarto do casal quanto no quarto das crianças. 

Luminárias decorativas e outros truques de iluminação também podem ser utilizados para garantir o foco de luz em determinado ponto  principalmente no quarto das crianças, que não gostam de ficar totalmente no escuro. Pense nisso!

Listamos, neste artigo, algumas dicas de como planejar a iluminação do apartamento e facilitar o convívio e a correta utilização de cada cômodo. Não deixe de segui-las e invista na decoração do seu apartamento. 

E aí, gostou das informações que destacamos sobre a iluminação para o apartamento? Que tal conhecer um pouco mais sobre o assunto? Veja 5 dicas de decoração para deixar o seu apartamento incrível. Não perca essa oportunidade.

5 dicas de decoração para deixar seu apartamento incrível

Sabe aquela maravilhosa sensação de entrar em seu lar doce lar? Ela pode ficar ainda melhor com a ajuda de um bom projeto de decoração, que pode tornar o ambiente mais aconchegante e bonito. Para isso, é fundamental decorar o apê de maneira que ele traduza a sua personalidade e estilo.

Morar em apartamento está se tornando a opção de cada vez mais pessoas e tem muitas vantagens. Boa parte dos condomínios oferece dispositivos de segurança, como câmeras, portaria 24 horas e alarmes. Outro benefício comum são as áreas de lazer, que podem disponibilizar churrasqueira, piscina e, em alguns casos, até academia própria.

Seja para quem já mora em um apartamento ou para as pessoas que ainda vão se mudar, a decoração faz toda a diferença. Por isso, separamos algumas dicas para deixar o seu apê maravilhoso. Veja!

1. Use espelhos

Além de deixarem o ambiente mais sofisticado, os espelhos ajudam a causar uma ideia de ampliação dos espaços. Essa característica é ótima, principalmente para a decoração de apartamento pequeno.

Confira algumas opções interessantes de uso:

  • em parte ou em toda a extensão da parede;
  • em portas de guarda-roupas e nos armários dos banheiros;
  • no hall de entrada.

Use e abuse deste recurso, mas não se esqueça que os espelhos devem estar sempre muito bem limpos. Afinal, vão chamar muita atenção!

2. Tenha móveis planejados

Outro grande aliado quando o assunto é pouco espaço é o móvel planejado. Todos os objetos precisam ser do tamanho adequado ao ambiente em que eles vão ficar. Caso contrário, além de ser ruim visualmente, eles podem atrapalhar a circulação e a funcionalidade da casa.

Para evitar constrangimentos, o ideal é medir os espaços antes de sair para comprar os móveis. Também é interessante investir em itens que apresentam duas ou mais funções e ocupam menos espaço. Se não encontrar o que precisa, contrate uma boa marcenaria e peça exatamente o que deseja.

3. Divida ambientes com estilo

Se sentir a necessidade de dividir um ambiente, entenda que nem sempre é uma boa opção erguer uma parede. Divisórias vazadas ocupam menos espaço e não prejudicam a iluminação e ventilação natural. Além disso, elas podem ter vários formatos, desenhos e agregam muito charme ao apartamento.

4. Abuse de cores neutras e claras

Assim como os espelhos, cores claras dão a sensação de que o ambiente é maior. A ideia é que o piso, a parede e o teto fiquem no mesmo tom, mas isso não significa que o seu apartamento tenha que ser monocromático.

Além de poder variar entre uma extensa lista de cores neutras e claras, os outros elementos da decoração podem ser da tonalidade que você desejar. Assim, é viável alegrar o ambiente com outras cores e dar a sua personalidade na decoração.

5. Invista em plantas

As plantas, além de embelezar o ambiente, trazem conforto, frescor e contato com a natureza. Quer melhor jeito de trazer vida para o seu apartamento? Existem várias maneiras de aproveitar as plantas para decorar o ambiente, seja no quarto, na sala, ou no banheiro.

Também é possível buscar diferentes espécies, desde que elas consigam sobreviver em ambientes internos e sejam de fácil manutenção.

Com essas dicas, vai ser muito fácil decorar o seu apartamento ou planejar sua decoração a fim de deixá-lo moderno, funcional e a sua cara, não vai? Siga nossos conselhos e abuse da sua criatividade para dar vida a um ambiente só seu.

Gostou das dicas para decoração de apartamento? Compartilhe o post nas suas redes sociais para que seus amigos também possam aproveitar!