Category

Compra

Category

Afinal, o que são imóveis de alto padrão e quais os seus benefícios?

Você já reparou que alguns termos técnicos se tornam populares e passam a fazer parte do vocabulário das pessoas? Podemos citar como exemplo os vocábulos “imóveis de alto padrão”.

Algumas pessoas consideram essa definição como sinônimo de “imóvel bonito”, por exemplo. Contudo, quando estamos falando de investimento no mercado imobiliário, é muito importante entender o que de fato são os imóveis de alto padrão.

Pensando nisso, este artigo explicará quais são as principais características desse tipo de imóvel, mostrando o porquê dessa compra ser uma excelente opção de investimento. Boa leitura!

Imóveis de alto padrão são bons investimentos

Não se trata de um mero conselho, mas de uma constatação. Em 2017, a Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias (Abrainc) divulgou números surpreendentes.

Quase 20% dos lançamentos imobiliários daquele ano foram de imóveis de alto padrão. Além disso, quase 40% das vendas e mais de 50% das entregas de todo mercado imobiliário corresponderam aos imóveis de padrão elevado.

Tudo isso em 2017  ano em que o Brasil expressava tímida reação em sua economia. Isso ocorre porque investir no mercado imobiliário segue sendo uma opção segura e com boa margem de retorno a médio e longo prazo.

Contam com uma boa localização

Essa é uma característica fundamental dos imóveis de alto padrão. Situados em bairros estratégicos, próximos a centros culturais e urbanos e com boas opções de lazer e compras, eles apresentam ao seu morador o que a cidade tem de melhor a oferecer.

Em outros investimentos imobiliários o proprietário depende de obras públicas de infraestrutura para valorizar seu imóvel. Isso não ocorre com imóveis de padrão elevado.

Têm uma arquitetura estratégica

Quem passeia pelas cidades e presta atenção na arquitetura dos prédios fica deslumbrado com o paisagismo urbano. Essa característica é um dos diferenciais dos imóveis de alto padrão.

Grandes profissionais assinam esses projetos, conferindo-lhes personalidade e tornando-os verdadeiras obras de arte urbanas. Essa é uma das razões que tornam esse investimento mais interessante do que as outras opções imobiliárias.

Tecnologia e segurança fazem parte dos projetos

O mercado de imóveis de alto padrão sempre ditou as tendências em tecnologia e segurança no universo imobiliário. Câmeras de vigilância, portaria 24 horas e interfone, por exemplo, surgiram em imóveis sofisticados antes de se popularizarem.

Hoje, isso não é diferente. O mercado imobiliário adaptou-se à era da internet para solucionar problemas de insegurança e oferecer aos moradores mais qualidade de vida.

Além do mais, esses imóveis aproveitam a tecnologia para usar melhor os recursos hídricos e elétricos, uma vez que foram construídos considerando a sustentabilidade e contendo opções de integração com diversos dispositivos eletrônicos.

Como vimos neste artigo, os imóveis de alto padrão são excelentes opções para quem deseja investir no segmento imobiliário. Ademais, eles oferecem conforto, segurança e bem-estar aos seus moradores. Por esse motivo, procure por empresas de confiança na hora de fazer seu investimento.

Se você ainda tem alguma dúvida sobre esse tipo de opção imobiliária, não se preocupe. Entre em contato agora mesmo com a AMX Property e converse com nossos especialistas. Nossa equipe responderá a todas as suas perguntas sem compromisso.

4 fatores importantes para identificar construtoras confiáveis

A compra de um imóvel é um dos momentos mais importantes na vida de uma pessoa. Sendo assim, é preciso prestar atenção em diversos pontos antes de realizar a compra. Procurar por construtoras confiáveis é um deles. 

Seja um imóvel comprado na planta, seja um imóvel comprado após a finalização da obra, é preciso conhecer e confiar na empresa responsável pela construção do empreendimento. O investimento a ser realizado é extremamente alto e a carga emocional nesse processo pode fazer com que você não se atente a aspectos importantes.

Pensando nisso, criamos este artigo com 4 fatores importantes para auxiliá-lo a identificar construtoras confiáveis. Não perca essa oportunidade e garanta a escolha da melhor construtora para a realização do seu sonho!

1. Veja a opinião de outros clientes

Uma maneira interessante de encontrar construtoras confiáveis se dá pela busca da opinião de outros clientes. Para isso, converse com moradores de outros empreendimentos e procure identificar a satisfação ou a insatisfação deles com a infraestrutura do imóvel. 

Além disso, procure informações sobre o atendimento e o contato da construtora com seus clientes. Veja como eles foram tratados e se receberam a devida atenção quando necessário. Um relacionamento positivo é fundamental para o sucesso do empreendimento. 

2. Verifique a reputação da construtora no mercado

Por mais que os imóveis sejam de excelente qualidade e o atendimento prestado seja muito bom, é importante verificar a reputação da construtora no mercado. Qual a melhor maneira de fazer isso? Analisando o tempo que ela tem de mercado e o histórico de seus empreendimentos. 

O tempo de mercado evidencia sua tradição e o respeito, e permite avaliar se ela costuma entregar seus produtos no prazo estipulado e se oferece um serviço de qualidade. Já o histórico é importante para certificar a qualidade da construtora. 

Empresas que têm muito tempo de mercado podem ter cometido alguns deslizes e causado prejuízo a alguns clientes. Logo, procure conhecer o histórico da prestação de serviço dessas empresas, evitando surpresas desagradáveis. 

3. Conheça empreendimentos já lançados

Visite e conheça empreendimentos lançados pelas construtoras de seu interesse. Essa é uma maneira interessante de certificar sua confiabilidade.

Ao realizar essa visita, analise a qualidade dos acabamentos, a funcionalidade da planta, a qualidade das áreas comuns e a facilidade na garagem. Esses pontos são fundamentais em qualquer tipo de imóvel residencial, seja em uma casa, em um apartamento ou em um grande condomínio

4. Identifique os valores da empresa

A relação entre consumidores e fornecedores está passando por mudanças significativas, principalmente nos últimos anos. O nível de exigência dos consumidores subiu consideravelmente e práticas antigas não surtem mais efeito. 

Sendo assim, é importante procurar por uma construtora que se preocupe com aspectos humanos, que trate cada caso individualmente, e que leve em consideração as características de cada tipo de pessoa. 

Como identificar esse aspecto? Analise as redes sociais da empresa e veja como ocorre a troca de informações com os clientes. É válido destacar que construtoras confiáveis são aquelas que investem na experiência do seu público, oferecendo produtos que vão ao encontro de suas necessidades e com as necessidades do planeta (com ações sustentáveis e solidárias, por exemplo). 

Encontrar construtoras confiáveis não é uma prática simples. O primeiro contato sempre nos enche os olhos, pois estamos na busca da realização de um grande sonho. Entretanto, é preciso prestar atenção em vários indicadores, para fazer a melhor escolha possível. Lembre-se disso!

O que achou das informações que disponibilizamos para que você encontre construtoras confiáveis? Esperamos que você tenha gostado! Caso tenha ficado com alguma dúvida sobre o assunto, entre em contato conosco que teremos prazer em ajudar. Estamos a sua espera!

O que é Taxa Selic e como ela influencia na compra do seu imóvel?

Um dos maiores sonhos de grande parte da população brasileira é a compra da casa própria. Entretanto, adquirir um imóvel não é uma tarefa simples. É preciso se preparar financeiramente e avaliar todos os fatores que possam impactar no preço final, como é o caso da Taxa Selic. 

Para dar uma noção da importância dela, basta notar que a retomada dos investimentos e das vendas de imóveis ocorreu em consonância com a redução da Taxa Selic. Isso leva a uma menor incidência de juros, aumentando a disponibilidade de crédito no mercado e possibilitando novos investimentos. 

Mas você sabe o que a Taxa Selic e como ela influencia na compra do seu imóvel? Não? Então, continue a leitura deste artigo e aprenda! 

O que é a Taxa Selic?

A Taxa Selic (Sistema Especial de Liquidação e Custódia) é considerada o índice básico de juros da nossa economia, pelo fato de ser utilizada em operações interbancárias e influenciar as taxas de juros em todo o país. 

É preciso deixar claro que existem variações diárias nesse número, mas que são praticamente imperceptíveis e que sempre estão dentro do que é estabelecido pelo Conselho de Política Monetária (Copom), que determina, a cada dois meses, uma meta para a Taxa Selic.

Essa é, ainda, a taxa cobrada pelo Banco Central (Bacen) ao realizar empréstimos de recursos a outras instituições financeiras. 

Como a Taxa Selic funciona?

Pode-se dizer que essa taxa básica de juros é uma alternativa que o Banco Central tem para influenciar a inflação da economia. Mas isso não acontece apenas no Brasil. Em todo o mundo, os bancos centrais têm a liberdade de atuar na política econômica, determinando a taxa básica de juros. 

O Bacen, ao influenciar o mercado, tem a permissão de controlar a quantidade de dinheiro que há em circulação na economia. Quanto menor a quantidade de dinheiro, mais altos serão os preços. A partir de então, afirma-se que haverá queda na atividade econômica do país. 

Então, para estimular a atividade econômica, são necessárias políticas para reduzir as taxas de juros, aumentando o consumo. Em contrapartida, o aumento da Taxa Selic inibe o consumo das pessoas. Pense nisso!

Quais os seus impactos no financiamento imobiliário?

A Taxa Selic tem influência direta na cobrança de juros pelas instituições financeiras, impactando diversos setores da economia, como é o caso do mercado imobiliário. Em outras palavras: se ela sobe, outros índices também sobem; mas, se a Selic cai, as outras taxas também tendem a cair.

Contudo, é preciso prestar bastante atenção, pois, mesmo que o valor da Selic esteja próximo de 10% ao ano, encontraremos bancos cobrando juros de 10% ao mês no cheque especial. Essa disparidade ocorre porque há uma tendência de redução dos juros por parte dos bancos, mas isso não ocorre exatamente na mesma proporção. 

É válido ressaltar que a volatilidade da Taxa Selic impacta diretamente os fundos de investimentos. Então, caso ocorra uma pequena redução nas taxas, a cobrança de juros para a realização de empréstimos acaba chegando ao consumidor. 

Então, é preciso estar atento às movimentações do mercado e se preparar para aproveitar as oportunidades que aparecerem para realizar o seu sonho. Lembre-se disso!

Quais os benefícios de comprar um imóvel com a Taxa Selic em baixa?

É importante deixar claro que a redução da Taxa Selic é extremamente positiva para o mercado imobiliário. Além de influenciar na cobrança de juros de financiamentos, a redução também interfere no custo dos materiais que serão utilizados nas obras.

Além disso, os bancos precisarão emprestar uma quantidade maior de dinheiro para conseguirem a mesma rentabilidade. Isso significa que o acesso ao crédito se torna mais acessível.

Acompanhar a Taxa Selic pode ser de grande valia para quem está pensando em comprar um imóvel. Não deixe de acompanhá-la, identificando o melhor momento para realizar o seu sonho. 

E aí, gostou do nosso artigo? Aprendeu mais sobre a Taxa Selic? Quer ter acesso a outros conteúdos como este? Então, assine nossa newsletter e receba todas as nossas atualizações.

Saúde e qualidade de vida: como escolher um imóvel com mais conforto?

A escolha do imóvel interfere diretamente na saúde e qualidade de vida de seus moradores. Para viver bem, com conforto e segurança é preciso analisar diversos aspectos antes de adquirir uma casa ou apartamento. 

Afinal, a compra de uma propriedade é um grande investimento financeiro, além de envolver muitos outros fatores. Portanto, é preciso garantir que a aquisição vai atender às necessidades de toda a família.

Mas como saber se o imóvel vai oferecer esse conforto? Como escolher o lar ideal? Pensando nisso, separamos algumas dicas importantes que vão ajudar você durante essa busca! Boa leitura! 

Preocupe-se com a localização

Ninguém gosta de perder várias horas do dia no trânsito a caminho dos compromissos, não é mesmo? Por isso, é muito importante que a propriedade fique em uma localização estratégica e que torne a rotina dos moradores mais prática. 

Se for possível, dê preferência para um imóvel que fique próximo ao trabalho e, se for o caso, da escola dos seus filhos. Além disso, é fundamental observar se a região oferece os serviços mais comuns — como supermercados, hospitais, padarias, farmácias etc. 

Priorize a segurança 

A segurança da região onde você mora com a sua família é um fator primordial para a qualidade de vida. Afinal, ninguém gosta de andar pelas ruas com medo pro conta dos assaltos frequentes no bairro ou preocupado com outras ações violentas.

Para isso, muitos condomínios oferecem câmeras de segurança, vigilantes, alarmes e outros recursos para proporcionar mais tranquilidade aos moradores — portanto, leve isso em conta na hora de fazer a sua escolha.

Preste atenção na infraestrutura

Além de pensar na infraestrutura do bairro, é essencial considerar, no caso de apartamentos, as áreas de convivência que são oferecidas. Muitos empreendimentos contam com quadras, piscinas, áreas de churrasco, áreas verdes e outros diferenciais interessantes. 

Essas características incentivam os moradores a fazerem exercícios e favorecem os momentos de entretenimento com a família, vizinhos e amigos. Sendo assim, observar a infraestrutura também é muito importante.

As instalações elétricas, hidráulicas e a qualidade do acabamento também devem ser criteriosamente avaliados, Até mesmo porque ninguém quer ter problemas estruturais e precisar realizar reformas de surpresa, não é?

Leve em consideração o seu estilo de vida

Se você gosta de silêncio e tranquilidade, observe se não existem muitos bares, estádios ou outros locais que possam produzir muito ruídos. Da mesma forma, é preciso considerar cada membro da família para escolher o tamanho e a quantidade de cômodos da propriedade. 

Outro ponto importante é o custo da casa ou do apartamento: ele precisa estar de acordo com a renda familiar e com os valores praticados pelo mercado. Além disso, os valores das taxas do condomínio também precisam entrar no planejamento financeiro. 

Todo mundo que compra um imóvel, está em busca, na verdade, de segurança, saúde e qualidade de vida. Para que esses objetivos sejam alcançados e a rotina da família seja mais tranquila e feliz, é preciso escolher a propriedade com muito critério.

Precisa de ajuda para encontrar o imóvel dos seus sonhos? A AMX Property Incorporadora e Construtura pode ajudar você nessa empreitada. Entre em contato com a nossa equipe e saiba mais!

Imóveis de luxo: vale a pena investir? Entenda os benefícios!

Entrar no mercado imobiliário é um desejo comum entre brasileiros, especialmente por se tratar de um setor que vem trazendo segurança e boas margens de lucro em praticamente todo o país  isso há gerações! Logo, saber um pouco mais sobre os imóveis de luxo e se vale a pena investir nesse ramo é muito importante.

Existe um público muito específico para unidades de alto padrão e, ao contrário do que algumas pessoas podem pensar, esse tipo de propriedade tem características que proporcionam vários benefícios ao comprador. Confira o conteúdo a seguir e descubra quais são eles!

Grande potencial de valorização

O grande potencial de valorização é um dos diferenciais dos imóveis de luxo. Isso ocorre por diversos motivos, fazendo com que o proprietário da unidade sofra menos com eventuais flutuações do mercado e com crises econômicas do Brasil ou do mundo.

Há uma demanda constante e perene para esses empreendimentos, justamente porque oferecem diferenciais únicos e bastante procurados no setor. O interesse na boa arquitetura, na segurança, no acabamento de qualidade, na localização estratégica e na variedade de áreas de lazer, por exemplo, garante essa elevada procura para compra.

Acabamento de primeira linha

Uma das razões para que qualquer pessoa invista em imóveis de luxo é a possibilidade de encontrar materiais de primeira linha na sala, nos quartos, na cozinha, nos banheiros e outras áreas da residência. Todo mundo sabe que o acabamento é uma das etapas mais caras de uma construção, e nas unidades de alto padrão não se costuma economizar nesse sentido.

Há uma preocupação maior na utilização de materiais e produtos com qualidade elevada e que tenham exclusividade. Dessa maneira, a decoração não apenas fica mais atrativa, como também ganha muito em termos de durabilidade e manutenção — fazendo com que o proprietário não tenha problemas com trocas ou substituições por muitos anos.

Existência de um público cativo

Outro diferencial dos imóveis de luxo é que eles contam com um público cativo que estará sempre interessado em viver nesse tipo de unidade. Se durante uma crise o mercado imobiliário médio fica em baixa, o mesmo não pode ser dito sobre as propriedades de alto padrão.

Isso ocorre porque pessoas com poder aquisitivo elevado não cessarão a busca por um excelente lugar para viver com a família. Esses indivíduos, como é de conhecimento geral, estão entre os que menos se abalam durante crises financeiras e têm reservas suficientes para fazer propostas em qualquer situação.

Localização privilegiada

Por fim, não dá para negar que, em linhas gerais, os empreendimentos de alto nível são aqueles que têm localização privilegiada, especialmente nos grandes centros urbanos. Afinal, nenhuma construtora ou incorporadora investiria grandes quantias em bairros com menor qualidade de vida, não é mesmo?

Além disso, os imóveis de luxo tendem a atrair novos investimentos para o bairro, entorno e ruas adjacentes, proporcionando a entrada de estabelecimentos comerciais e de prestadores de serviços que possam atender as necessidades de acordo com o poder aquisitivo de seus moradores.

E agora, pronto para investir em um imóvel de alto padrão? Se gostou deste conteúdo, assine a nossa newsletter para receber mais dicas e informações relevantes!

Saiba como seguir as regras do condomínio e viver harmoniosamente

A convivência e a interação humana são situações complicadas de se controlar. Em um condomínio, por exemplo, garantir a harmonia entre os moradores não é nada fácil — assim, a maneira mais simples de fazê-los coexistir se dá pelas regras do condomínio. 

Geralmente, as regras são definidas em assembleias e registradas nas atas de reunião, assinadas por todos os presentes. Dessa maneira, ninguém poderá reclamar das decisões tomadas, que devem ser aplicadas para todos — inclusive para crianças e idosos. 

É válido lembrar que as pessoas são diferentes umas das outras, apresentando hábitos e costumes próprios. Obviamente, algumas não sabem qual é o limite para a boa convivência, gerando discussões e conflitos.

Interessou-se pelo assunto? Então, continue a leitura deste artigo e saiba como seguir as regras do condomínio e viver harmoniosamente. Vamos lá!

Evite o barulho

Um dos problemas que mais podem atrapalhar a convivência harmoniosa em um condomínio são os barulhos. A melhor forma de evitar situações desagradáveis é não fazer nenhum barulho após o horário de silêncio. 

O bom senso é fundamental para a boa convivência! Nos dias de festa, por exemplo, convide os vizinhos ou, se não for possível, envie uma carta se desculpando pelo incômodo. 

No caso de crianças, permita brincadeiras até às 22 horas (normalmente o horário limite para barulhos). Além disso, coloque tapetes ou carpetes para diminuir o barulho de suas brincadeiras. 

Lembre-se: não é por que você está no horário permitido, que você pode fazer o barulho que quiser, certo?

Tenha atenção aos animais

Os animais de estimação podem incomodar (e muito!) os seus vizinhos. É preciso cuidar para que eles não atrapalhem o descanso dos outros moradores. Caso algum condômino venha reclamar dos seus pets, procure conversar e resolver a situação amigavelmente. 

Uma alternativa interessante para evitar situações desagradáveis é utilizar as entradas de serviço do edifício. Além disso, caso o animal faça sujeira na área comum, limpe-a imediatamente. 

Fique atento aos horários para as áreas de convivência

Certamente, as regras de convivência estabeleceram alguns horários para a utilização do espaço comum do prédio. Seja a piscina, seja a quadra, seja o salão de festas — é importante respeitar os horários. 

Se você quer fazer uma festa de aniversário ou um churrasco para os amigos, agende o local com antecedência. Ao praticar esportes, respeite os horários e a forma de acesso aos locais. Afinal, ninguém quer chegar ou sair do seu apartamento e ver o hall todo molhado por conta de pessoas que saíram correndo da piscina, concorda?

Cuidado com as vagas na garagem

A garagem é um dos locais mais fáceis de apresentar problemas na convivência. Sendo assim, evite o uso de buzinas e, principalmente, respeite a sua vaga. Não há nada mais chato do que chegar em casa, após um dia estressante de trabalho, e ver sua vaga ocupada por outro veículo, não é mesmo?

É válido lembrar que acidentes podem acontecer, mas a omissão não! Errou na manobra e esbarrou (ou arranhou) um carro? Deixe um bilhete pedindo desculpas e se identificando. Certamente, o vizinho compreenderá a situação e vocês poderão solucioná-la da melhor maneira possível. 

Respeitar as regras do condomínio é fundamental para garantir a boa convivência. Todos os moradores e visitantes, sem exceção, devem respeitá-las. Essa é a única maneira de garantir o mesmo direito a todos!

E aí, gostou do nosso artigo? Entendeu o que deve ser feito para seguir as regras do condomínio e viver harmoniosamente? Possui alguma história que vale o relato? Ficou com alguma dúvida? Então, deixe seu comentário e participe do debate!

Vale a pena comprar um imóvel direto com a construtora? Saiba mais

Adquirir um imóvel é o sonho de muitas famílias. Esse processo, no entanto, pode ser dificultado pelas restrições a financiamentos impostas pelos bancos. Nesse cenário, pode ser vantajoso comprar imóvel com a construtora.

Confira, a seguir, como é possível financiar uma propriedade nessas condições e as comodidades de adquiri-la por meio dessa modalidade. Boa leitura!

Como financiar um imóvel?

O financiamento pode ser feito em bancos ou diretamente com a construtora. No entanto, é importante ter em mente que cada forma tem suas vantagens — por exemplo, é comum que nas instituições financeiras os prazos sejam maiores, mas há juros que podem elevar muito o valor final da aquisição.

Por que comprar imóvel com a construtora é uma boa ideia?

As concessões de crédito imobiliário vêm sendo reduzidas e, nesse caso, a alternativa de adquirir o imóvel diretamente com a construtora pode ser a mais viável. Veja, a seguir, algumas das facilidades!

Menos burocracia

Os bancos reduziram os montantes disponíveis para crédito imobiliário e essa medida tornou a aprovação de financiamentos mais criteriosa. Dessa forma, os trâmites para financiar diretamente com a construtora são menos burocráticos.

A construtora tem interesse na venda e, por isso, facilita o processo. Muitas vezes, portanto, esse financiamento é mais ágil que o dos bancos. Ou seja, é usual que a tratativa seja menos engessada quando é feita diretamente com a empresa de construção.

Maior flexibilidade

A negociação com a construtora é mais flexível. Em alguns casos, é possível utilizar outro imóvel na negociação, parcelar a entrada ou mesmo usar outros bens (como carros) para cobrir parte do valor do financiamento.

Outro ponto de flexibilidade é o fato de o parcelamento não estar atrelado à fonte de renda do comprador. Na eventualidade de troca de emprego, o distrate só acontece se o consumidor atrasar parcelas. E, mesmo na eventualidade de atrasos, é possível negociar — diferentemente do que ocorre no financiamento bancário.

Menor taxa de juros

Como a construtora não oferece os longos prazos de financiamento ofertados pelas instituições financeiras, os juros incidentes também são menores. Assim, ao negociar diretamente com ela, o valor final pago será mais coerente com o preço inicial do imóvel.

Para casos em que o financiamento considera desconto direto em conta-salário, é possível que as taxas de juro sejam menores nos bancos. Apesar disso, como o prazo é mais estendido, o montante final acaba sendo maior.

Maior comodidade na negociação

Ao negociar diretamente com a construtora, elimina-se o intermediário. Assim, o processo é mais fácil e normalmente as condições de entrada e parcelamento têm mais flexibilidade. Além disso, a parcela de retorno é maior para a própria empresa de construção.

Como as construtoras não são entidades financeiras em sua atividade primária, o risco de fazer um financiamento direto é maior quando comparado ao processo feito com um banco. Por isso, é essencial avaliar todos os fatores envolvidos antes de definir qual é a melhor alternativa.

Lembre dos benefícios de comprar imóvel com a construtora e, caso tenha alguma dúvida sobre o assunto, entre em contato com a gente para mais informações!

Bairro Passo D’Areia: conheça a história e a evolução dessa região

O bairro Passo D’Areia fica localizado na zona norte de Porto Alegre e faz limites com dois bairros ao sul, Higienópolis e São João. Igualmente ao norte, apenas toca as extremidades do bairro Cristo Redentor.

A história do bairro está relacionada ao crescimento industrial e ao desenvolvimento urbanístico de Porto Alegre. Inicialmente, próximo ao ano de 1940, ele ainda necessitava de moradores. Como era uma área relativamente afastada e os veículos da época eram de tração animal, era difícil se locomover até lá.

Porém, logo em 1941, pessoas começaram a migrar para o bairro. Algumas das pessoas que se mudaram para lá, inclusive, dizem ter sido motivadas pelas enchentes que ocorriam em grande escala em outros bairros de Porto Alegre.

Se você ficou interessado e quer saber um pouco mais sobre a história e as características do bairro, confira este post!

A origem do nome Passo D’Areia

O nome foi dado ao bairro por causa de um riacho apelidado de Ibicuiretã um nome que surgiu dos indígenas que viviam na região e significa “água que corre sobre pó”. Esse nome foi dado pois era possível ver um pouco da areia em algumas partes do rio.

Entretanto, conforme o tempo foi passando o Ibicuiretã ficou poluído e, então, devido ao mau cheiro, o rio infelizmente precisou ser aterrado.

Vila do IAPI

Em meados de 1946, iniciou-se a construção da Vila dos Industriários, popularmente conhecida como a Vila do IAPI. Ocupava um total de 67 hectares e, para a época, era considerado um condomínio inovador e moderno.

A criação da Vila foi extremamente importante para o crescimento da região, pois com o crescimento populacional do bairro, o governo deu mais atenção e forneceu mais infraestrutura como meios de transporte, água, energia elétrica e coleta de lixo.

Além disso, é necessário ressaltar que a Vila dos Industriários foi introduzida no bairro através da lei municipal nº 2.022 de 7 de dezembro de 1959. Entretanto, é tida como patrimônio histórico para Porto Alegre, uma vez que carrega consigo grande beleza arquitetônica.

À título de curiosidade, a origem do nome IAPI se dá em referência ao Instituto de Aposentadorias e Pensões dos Industriários, uma vez que eles financiaram o projeto do condomínio.

As características atuais do bairro

O Passo D’Areia é um local misto, com comércio e área residencial, e atualmente é uma zona que não depende do centro da cidade para sua subsistência.

O bairro contém diversas opções de lazer, como quadras poliesportivas, o Estádio Alim Pedro e o Largo Elis Regina. Ao norte também é possível observar a presença do Shopping Iguatemi e do Bourbon Country, ambos amplamente frequentados pela população.

Ainda por cima, a região conta com escolas do nível fundamental, médio e superior e todas elas possuem capacidade de atender os moradores do bairro e também dos arredores.

O crescimento do bairro é algo estonteante que carrega uma história incrível, além de uma arquitetura invejável. Até os dias atuais, o local conta com algumas poucas indústrias, porém detém diversas zonas de comércio e também de moradia.

Se você achou esse post interessante sobre o bairro Passo D’Areia, não deixe de curtir nossa página no Facebook e ter acesso a diversos conteúdos similares diretamente no seu feed de notícias!

5 itens para avaliar na estrutura antes de comprar um imóvel

Com esforço e planejamento financeiro, cada vez mais famílias estão comprando o seu próprio lar. Mas antes de aproveitar todos os benefícios dessa realização, é preciso tomar uma série de cuidados para garantir um bom negócio e evitar problemas.

Para não ter arrependimentos ao comprar um imóvel, é necessário realizar a vistoria com muita atenção. Você deve observar, principalmente, questões estruturais que podem acabar passando despercebidas por quem não trabalha com engenharia.

Para te ajudar, listamos 5 itens que merecem atenção. Confira!

1. Instalações hidráulicas

Um dos aspectos mais importantes de uma casa é a sua estrutura de encanamento. É muito importante saber se ela está em boas condições e não apresenta falhas. Isso vale tanto para imóveis novos quanto usados.

Ao visitar uma casa ou apartamento, acione as torneiras e chuveiros, observando a água cair por alguns minutos. Assim, você consegue verificar se estão todos funcionando e se não há vazamentos. Aperte também as descargas dos aparelhos sanitários e veja se a pressão da água é adequada.

Ainda sobre as instalações hidráulicas, observe a casa com cuidado à procura de infiltrações. Veja se há manchas escuras, bolhas ou rachaduras nas paredes e tetos. Esses são sinais de que podem haver problemas!

2. Instalações elétricas

Antes de comprar um imóvel, certifique-se também de que a instalação elétrica foi feita corretamente e está em bom estado. Em imóveis novos, essa verificação pode ser impossibilitada por não ter o medidor de energia instalado. Nesse caso, é importante documentar o fato.

Já em imóveis usados, você pode começar checando a caixa de disjuntores e todas as tomadas e interruptores. Procure por manchas escuras, fios retorcidos ou isolamento danificado — dessa forma é possível encontrar falhas e até sinais de superaquecimento ou pequenos incêndios.

3. Materiais utilizados

Para julgar um imóvel é muito importante investigar a qualidade dos materiais usados pela construtora. Se você não tem muito conhecimento sobre engenharia, vale a pena contratar um profissional de confiança.

Avalie as condições das paredes, do telhado, do piso e da estrutura das portas e janelas. Você pode encontrar desde falhas básicas, como arranhões na pintura, até complicações maiores, como vazamentos nas esquadrias ou defeitos no piso. Observe também a qualidade dos acabamentos, pois materiais ruins podem apresentar problemas em pouco tempo.

4. Saídas de incêndio

Esse ponto é muito importante para quem pretende comprar um imóvel dentro de um condomínio fechado. Além do tamanho dos corredores e da estrutura de portas e janelas da casa ou apartamento, é fundamental verificar a adequação do local às normas de segurança.

Peça para olhar o certificado de aprovação do corpo de bombeiros. Esse é o documento que comprova as condições adequadas em relação à saída de emergência, acesso fácil para os socorristas e equipamentos suficientes para combater incêndios. Para esclarecer dúvidas você pode procurar o corpo de bombeiros do seu estado.

5. Adequação à planta

Por fim, ao avaliar uma casa ou apartamento, cheque a documentação do imóvel e compare com as condições reais. Um documento muito importante é o memorial da obra, que registra todos os detalhes da construção, como profissionais responsáveis e materiais utilizados. Analise esse registro e veja se o imóvel está em conformidade com ele.

Compare a estrutura do imóvel com o que consta na planta. Atente para questões como: tamanho dos cômodos, estrutura das paredes e posição das tubulações. Essas informações também serão importantes se você quiser modificar a estrutura da casa depois de comprá-la.

Esses são os 5 pontos indispensáveis para você avaliar antes de decidir comprar um imóvel. Faça sua pesquisa com calma, visite vários locais e certifique-se de estar fechando um bom negócio!

Quer realizar o sonho da casa própria com segurança? Entre em contato com o grupo AMX Property e conheça a qualidade do nosso trabalho!

Como escolher um lar ideal, e não apenas um imóvel?

Quando falamos em escolher um lar, deve-se considerar bem mais que as condições do imóvel, pois é uma das escolhas mais importantes feitas ao longo da vida. Sim, sabemos que mudanças podem acontecer, mas quando se pensa em adquirir um imóvel, os planos de permanecer nele e torná-lo o seu lar consiste em um horizonte maior que alguns poucos meses.

Quando pensamos em imóvel para investimento a avaliação é mais simples, porque basta verificar as condições da edificação, a valorização da região e a facilidade de venda. Mas quando estamos falando na morada da família, os critérios são bem diferentes.

Confira cinco dicas para auxiliar na hora de escolher um lar!

1. Avalie a localização

A localização não considera apenas se o imóvel está em um bom bairro, mas também se está próximo dos pontos de interesse da família, como os locais de trabalho, escola, mercados, farmácia, ou mesmo a proximidade de outros familiares. Estar próximo dos pontos de interesse pode resultar em menos tempo de deslocamento e mais tempo aproveitado com a família!

Também é importante considerar se o estilo de vida do local é condizente com as suas expectativas. Por exemplo, uma família com filhos pequenos possivelmente não se adaptaria a um bairro boêmio.

2. Conheça seu programa de necessidades

É importante que a família saiba de quantos e quais cômodos precisa e quais são menos relevantes. Nesse ponto é importante saber que a casa dos sonhos pode ser adaptada às condições financeiras. Por exemplo, por mais que seja um sonho ter uma área de festas, caso extrapole o orçamento é preciso avaliar o que pode ser cortado da lista.

Saber qual perfil de imóvel melhor atende às necessidades de sua família também pode facilitar as buscas para avaliar a viabilidade de morar em apartamentos, condomínios ou casas. Neste quesito, podem pesar dados, como a segurança, os benefícios proporcionados pelo condomínio, entre outros, vai depender do perfil da família.

3. Compreenda as opções de financiamento

É comum que na primeira compra os proprietários não conheçam as possibilidades de subsídio disponíveis. Para evitar surpresas ou pequenos problemas, é muito importante avaliar as opções ofertadas tanto pelos bancos quanto pelas financeiras particulares.

4. Escolha entre nova ou usada

Avaliar a possibilidade de comprar uma casa pronta para morar pode conquistar pela praticidade, mas é preciso ponderar a fundo e com mais calma. Caso opte por um imóvel usado, é muito importante vistoriar as condições de manutenção, quais sistemas precisarão ser substituídos, o que pode até ser utilizado como ponto de negociação.

Quando considerar um imóvel novo, verifique obras já executadas pela construtora, consulte se os padrões de acabamento utilizados lhe satisfazem e procure empresas que apresentem diferenciais, como a qualidade de execução em construtoras que saibam a importância de um lar!

5. Visite o imóvel diversas vezes

Visite o local em variados horários do dia, pois desta forma você pode ter um parâmetro melhor das condições de vizinhança e das características da edificação, como insolação e ventilação. Se possível, faça uma visita acompanhada por um profissional, engenheiro ou arquiteto, de modo a verificar possíveis pontos de umidade ou eventuais dificuldades que podem ocasionar problemas no dia a dia.

Na hora de escolher um lar é preciso avaliar diversos fatores e colocar na ponta do lápis quais são os pontos indispensáveis para você e a sua família. Assim, vocês poderão aproveitar mais tempo em seu lar doce lar!

Quer uma ajudinha nesta etapa tão importante de sua vida? Entre em contato conosco!