Ter um imóvel é o sonho da maioria das pessoas. As razões são muitas: sair do aluguel, investir, acumular patrimônio… Porém, junto com essa vontade também chega a dúvida: casa ou apartamento

Esse é o seu caso? Confira nossas dicas para achar a melhor opção!

Avaliando a estrutura que sua família precisa e deseja

O primeiro passo é no seu núcleo familiar. Sente-se com todos os envolvidos diretamente e faça uma lista do que desejam ou precisam para poder viver de forma confortável. Área de lazer, churrasqueira, segurança, jardim… Eles vão ajudar a estabelecer se o melhor é casa ou apartamento.

Se você e sua esposa têm rotinas corridas e poucos filhos, por exemplo, um apartamento pode ser a melhor opção. Geralmente localizados nas área urbanas, eles ficam próximos às escolas, farmácias, mercados, médicos, além de mais opções de transporte. Também são mais fáceis de manter e limpar.

Já as casas são uma opção interessante para quem está em busca de um ambiente com privacidade e um espaço maior. Mesmo nos bairros mais movimentados, elas costumam ter pelo menos um quintal ou área externa.

No quesito segurança, os prédios levam vantagem, pois a incidência de roubos e assaltos costumam ser bem menores do que em casas. Além disso, eles normalmente têm uma portaria e sistemas de segurança que, por si só, já afugentam ladrões.

Se mesmo assim a sua preferência for por casas, uma ótima opção são os condomínios. Nesse quesito, eles costumam ser interessantes para que os filhos possam fazer amizades, se divertir perto de casa e dos seus olhos atentos.

Conhecendo o local por meio da vizinhança

A escolha do imóvel perfeito não envolve apenas a casa ou apartamento, mas o seu entorno. No caso dos prédios, é preciso analisar com cuidado a rotina dos outros moradores para que elas não interfiram seriamente com a da sua família.

Quando há muitos solteiros ou estudantes, por exemplo, é normal a ocorrência de festas e barulhos até mais tarde. Porém, se os outros condôminos são idosos, o problema é inverso. A efusividade dos pequenos pode ser excessiva e incomodá-los.

Nas casas fora de condomínio isso não costuma ser uma preocupação tão grande, mas há outro fato que precisa de análise: a vizinhança. Ela costuma ser um indicativo se o imóvel em questão vale mesmo a pena. Verifique o estilo de moradia e se elas têm uma unidade de padrão — e se coincidem com o que você procura.

Tire todas as suas dúvidas antes de fechar negócio

A sua imobiliária deve ser uma parceira nessa jornada, ajudando você a selecionar os imóveis que mais se encaixam no seu perfil e orçamento e garantindo que as negociações e todo o processo de venda ocorra da forma mais tranquila possível.

Se você vem de outra cidade ou estado, esse trabalho é de valor ainda maior, ajudando você e sua família a se estabelecer e construir um novo lar.

Pergunte e tire todas as suas dúvidas. Afinal de contas, essa costuma ser a maior compra que efetuamos durante a vida e um bom escritório sempre estará pronto para resolver quaisquer questões.

Gostou das nossas dicas para escolher entre casa ou apartamento? Quer achar a sua nova propriedade? Entre em contato conosco!

Autor

Escreva um comentário

Share This